terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Notícias



Preparador físico do Sport diz que time só estará 100% depois do carnaval

Eduardo Baptista espera que a folga de uma semana ajude os atletas a se condicionarem melhor

Adeus, Henrique! Confira a trajetória do defensor no Palmeiras

Defensor, considerado como ídolo pelos palmeirenses, deixa o Verdão rumo ao Napoli. Confira a retrospectiva do zagueiro no Palmeiras.

Henrique chegou ao Palmeiras em 2008, repassado pela Traffic, após ter sido destaque no Coritiba. No Verdão, conquistou o Campeonato Paulista daquele ano e foi apontado como um dos principais responsáveis pelo título....


Cassiano sobre cartões amarelos: 'Não vou deixar de marcar forte'

Pendurado, atacante conta que irá manter seu estilo de marcação

        Cassiano não vai aliviar na marcação

éo Gamalho deixou uma pulga atrás da orelha dos torcedores doSanta Cruz. Com dores na panturrilha esquerda, o atacante ficou de fora da movimentação na tarde desta terça-feira (28). Logo criou-se a dúvida: quem irá jogar na frente se ele ficar de fora? Forte candidato, Cassiano conta que não está habituado com a função, mas não vê problemas em assumir a responsabilidade.

Veja mais:
- Tiago Costa acredita em vitória contra o CSA
- Assista, ao vivo e online, a todos os jogos da Copa do Nordeste

"É uma posição diferente para mim, costumo jogar pelos lados. Mas se o professor precisar, estou pronto para ajudar. Já joguei de centroavante, inclusive no Internacional, não é a minha praia, mas vou fazer o melhor possível", disse o atacante.

Após a derrota no último domingo, espera-se que o Santa tenha ainda mais dificuldades para encarar o CSA-AL pelo fato de jogar em terras alagoanas. Cassiano vê um lado positivo em meio a essa situação, a condição de dono da casa pode dar ao Azulão a obrigação de partir para o ataque, o que pode abrir espaços na defesa.

"Eles vão estar jogando em casa, vindo para cima. Acredito que na velocidade dos contra-ataques a gente pode matar o jogo", contou.

Com dois cartões amarelos na conta, o atacante sabe que é preciso tomar cuidado para não tomar o terceiro. Afinal, o jogo seguinte, contra o Bahia, é na véspera dos cem anos do Santa Cruz, ou seja, jogo em que ninguém quer perder. Mesmo assim, ele promete que não vai pegar leve com os adversários e continuará ajudando na marcação.

"É bom tomar cuidado mesmo. Reclamei muito com o árbitro na última partida, tomei um amarelo e nem tinha feito falta. Mas isso não significa que vou deixar de fazer marcação forte quando precisar", afirmou Cassiano.


Atacante do Bahia perde voo por tentar colocar crédito no celular

Hugo perde voo

Hugo se distraiu no aeroporto e não embarcou para Vitoria da Conquista

O atacante do Bahia, Hugo, estava com a delegação para viajar para Vitória da Conquista, porém se distraiu e perdeu o voo.
Veja mais:
- Sem Rhayner e com Branquinho, Bahia divulga relacionados- Assista, ao vivo e online, a todos os jogos da Copa do Nordeste

O atleta foi colocar crédito no celular, se afastou do restante do grupo e esqueceu a hora. A assessoria de imprensa confirmou a informação. Hugo vai embarcar em outro voo que está sendo providenciado pelo clube.

O restante da delegação chegou em Vitória da Conquista por volta de 13h40 desta terça-feira (28). O elenco ficará concentrado até algumas horas antes da partida.

O próximo jogo do Bahia será nesta quarta-feira (29) contra o Vitória da Conquista, às 21h, com transmissão do Esporte Interativo Nordeste. 
Competição Técnico diz que Camarões pode surpreender na Copa
Depois de uma péssima campanha em 2010, na África do Sul, quando terminou na última posição de seu grupo, a seleção camaronesa chegará à Copa do Mundo do Brasil com o objetivo de surpreender. No Grupo A, ao lado do time brasileiro, da Croácia e do México, a equipe africana tem como meta inicial passar da primeira fase, para depois buscar voos mais altos.
Técnico diz que Camarões pode surpreender na Copa
É nisso, pelo menos, que confia o técnico de Camarões, o alemão Volker Finke. "É claro que nós estamos em uma situação na qual somos a zebra, mas nós estamos indo para a Copa do Mundo para chegar à segunda fase", declarou, em entrevista ao site da Fifa.
Entusiasta do futebol africano, Finke demonstra otimismo em relação às seleções de lá. Para ele, a África obterá sua melhor campanha em Copas do Mundo no Brasil, colocando uma seleção na semifinal pela primeira vez na história - Camarões, em 1990, Senegal, em 2002, e Gana, em 2010, foram às quartas de final.
"Gana, Costa do Marfim e Camarões são países que têm muitos jogadores em clubes europeus. Mas com a mentalidade africana e sua grande paixão, se um time conseguir jogar junto em campo, uma seleção africana poderá ir longe desta vez. Eu acho que ao menos um país africano vai chegar às semifinais", apostou.
Os camaroneses chegam à Copa comandados pelo veterano Samuel Eto'o, hoje no Chelsea, mas querem mostrar que não dependem apenas dele. "Em todo time há jogadores que podem fazer a diferença. É claro, para nós é o Samuel no ataque. Mas no meio de campo temos o Alexandre Song, na zaga temos o Nicolas N?Koulou e o Aurelien Chedjou, então são mais três jogadores que formam nossa espinha dorsal. Eles são cruciais para nós", apontou Finke.
Campeões Marlone admite ansiedade por estreia pelo Cruzeiro
O meia Marlone entrou em campo com os reservas do Cruzeiro na vitória por 2 a 1 sobre o ASA, de Angola, em jogo-treino realizado nesta terça-feira, mas o reforço contratado junto ao Vasco para esta temporada não esconde a ansiedade por estrear oficialmente pela equipe.
Marlone admite ansiedade por estreia pelo Cruzeiro
"Quero chegar sem empurrar ninguém, mas se eu falar que não quero ser titular estou sendo hipócrita. Fica aquela ansiedade, que é grande, mas isso é normal e espero estrear bem, com vitória e quem sabe até com gol", declarou o jogador, após o jogo-treino desta terça.
Marlone exaltou o trabalho feito na pré-temporada e apostou em um Cruzeiro forte para este ano. "A gente está se entrosando a cada treino, a cada amistoso, e a tendência é essa, a cada dia você se soltar mais, cada dia você conhecer mais cada o companheiro e espero pegar ritmo o mais rápido possível me encaixar na equipe do Cruzeiro.

Técnico Mano esconde escalação corintiana para o clássico
O técnico Mano Menezes não confirmou o time titular do Corinthians para enfrentar o Santos nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Paulistão. Mas a tendência é que ele mantenha a escalação das duas primeiras partidas, nas vitórias diante da Portuguesa (2 a 1) e do Paulista (1 a 0).
Mano esconde escalação corintiana para o clássico
Mano só confirmou que o lateral-direito Fagner ainda continua fora da equipe, apesar de já estar com a documentação regularizada. Segundo ele, não é justo divulgar a escalação para imprensa antes de conversar com os jogadores. "Não fizemos um treino coletivo tático e vou tomar esta decisão hoje à noite. Amanhã (quarta-feira), 45 minutos antes do clássico, vou divulgar a escalação", avisou.
Nos dois primeiros jogos, Mano escalou um time que do meio para frente tinha Danilo, Romarinho e Guerrero. Já contra o São Bernardo (derrota por 1 a 0), no último sábado, o treinador mandou a campo Ibson, Alexandre Pato e Emerson.
"O que ainda não temos definido é qual é a nossa força máxima. Hoje, todos os jogadores têm condição de jogar, exceto Fagner e o Renato Augusto, que ainda precisa de mais tempo", afirmou Mano.
Para o treinador, a responsabilidade de vencer o clássico está dividida entre Corinthians e Santos. "Eles vão jogar em casa, é sempre difícil jogar lá, mas penso que temos chance de sair vitoriosos se jogarmos como no primeiro tempo contra a Portuguesa, que, me parece, foi quando jogamos nosso melhor futebol", avaliou.

Irregularidades Futebol esconde R$ 4,8 bi em fluxo ilegal de dinheiro
Um movimento de cerca de US$ 2 bilhões (R$ 4,8 bilhões) por ano jamais aparece nas contas oficiais do clubes, nos contratos dos jogadores nem são revelados aos fiscos do países. Informações coletadas pela Fifa e obtidas com exclusividade pela reportagem apontam que 40% de todo o movimento de dinheiro nas transferências de jogadores de futebol jamais são declaradas, transformando o mercado mundial de craques em um dos maiores canais de fluxo ilegal de dinheiro no mundo.
Futebol esconde R$ 4,8 bi em fluxo ilegal de dinheiro
O escândalo dos contratos de Neymar no Barcelona, portanto, é apenas a ponta de iceberg. Fontes revelaram que outros contratos envolvendo brasileiro no clube catalão também tinham cláusulas sigilosas, mesmo com outros presidentes do time.
Apenas em 2011, a Fifa registrou mais de 5 mil vendas e compras de jogadores, com uma movimentação de US$ 2,3 bilhões. Mas isso, segundo a entidade, seria apenas parte da história e quatro de cada 10 dólares negociados nunca aparecem nas contas oficiais.
A entidade vem se lançando em um esforço para registrar eletronicamente todos os contratos de venda de jogadores, exigindo que clubes e agentes revelem o valor real da transação, para onde foi enviado o dinheiro e quem o recebeu.
Mas, neste esforço, a Fifa está descobrindo que os atores que comandam um dos negócios mais lucrativos do mundo são múltiplos e difusos. A tentativa da Fifa é a de forçar clubes e agentes a "colocar sobre a mesa" o real valor das transferências, o que facilitaria o combate à lavagem de dinheiro e evasão fiscal. Mas os técnicos da entidade admitem que o desafio tem sido grande.
A Fifa não é a única a identificar que o submundo do futebol movimenta bilhões de dólares. Segundo estudo da Comissão Europeia, em apenas 15 anos as comissões geradas pela venda de jogadores aumentaram em 744%. Em 2011, em plena crise mundial, clubes gastaram 3 bilhões de euros na compra de craques, mais de cem vezes o que o basquete mundial destina às transferências. Em 15 anos, a expansão foi de quase 10 vezes.
Em 2002, o brasileiro Ronaldo batia o recorde e passava a ser o jogador mais caro do mundo, vendido por 42 milhões de euros ao Real Madrid. Menos de 10 anos depois, Kaká e Cristiano Ronaldo seriam vendidos cada um deles por mais de duas vezes o preço de Ronaldo.
A Comissão Europeia vai estudar a abolição de fundos que atuariam como intermediários no futebol e alerta que o sistema está permitindo com que uma transferência de um jogador não ocorra com base em motivos esportivos, mas simplesmente para gerar lucros, já que o fundo apenas ganha quando uma venda é realizada. "Isso, em outro segmento da economia, seria chamado de especulação", apontou a Comissão.
LAVAGEM DE DINHEIRO - Um recente levantamento feito por técnicos da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) confirmou que o futebol se tornou nos últimos anos em um dos palcos preferidos para a corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fiscal. "Os clubes de futebol são vistos por criminosos como veículos perfeitos para a lavagem de dinheiro", alertaram os investigadores. "A lavagem de dinheiro no futebol se revela como sendo mais profunda e mais complexa que se pensava antes", avisou o Grupo de Ação Financeira da OCDE.
Com sede em Paris, o grupo enviou questionários a governos e associações de 25 países, entre eles o Brasil. "Há mais que evidências pontuais indicando que há um risco real de lavagem de dinheiro pelo futebol", afirmaram os investigadores. Segundo o grupo, mais de 20 casos de lavagem de dinheiro foram detectados apenas nesses países em um ano.
A facilidade no uso do futebol para aplicar crimes financeiros seria resultado de quatro fatores: a falta de profissionalismo em muitos clubes, o acesso de qualquer agente à administração do futebol, estruturas complexas de comando de clubes e uma total internacionalização do esporte.
O mecanismo mais comum é o de usar o futebol para integrar no sistema financeiro dinheiro de origem duvidosa e mesmo de corrupção.
Portuguesa Advogado da CBF admite risco para Brasileirão de 2014
A CBF admite que o Campeonato Brasileiro deste ano pode ter mais de 20 clubes ou até ser adiado se não houver uma definição do caso envolvendo o rebaixamento da Portuguesa até o dia 20 de fevereiro, data final para publicação da tabela do torneio, de acordo com o que estabelece o Estatuto do Torcedor - a disputa da competição está prevista para começar em 19 de abril.
Advogado da CBF admite risco para Brasileirão de 2014
"Existe um risco no campeonato, sim. Se nós não tivermos uma decisão até 20 de fevereiro para por uma pá de cal, nós teremos um problema muito sério. Ou não teremos campeonato ou teremos com mais clubes. Cada um defende seu direito, isso é bonito, é da democracia, nos resta aguardar. A palavra final será do poder Judiciário", disse o advogado da CBF, Carlos Miguel Aidar.
O advogado da CBF atua em duas frentes: na disputa das liminares judiciais contra o rebaixamento da Portuguesa - das três conquistadas pelos torcedores recolocando a equipe paulista na Série A, uma já foi cassada por Aidar - e no inquérito do Ministério Público de São Paulo que investiga o descumprimento do Estatuto do Torcedor na punição da perda de quatro pontos que levou a Lusa para a Série B.
Aidar participa nesta quarta-feira de uma audiência para definir se a CBF aceita um Termo de Ajustamento de Conduta proposto pelo MP, o que significa, na prática, a devolução dos pontos à Portuguesa. O promotor Roberto Senise Lisboa, responsável pelo inquérito, promete abrir uma ação civil pública caso a entidade não aceite o termo. "O promotor Senise exagera no enfoque. Não é necessário, ao meu ver, uma ação civil pública", afirmou o advogado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário